Universidade Católica de Pelotas Blog da UCPel
Webmail
Aducpel
Agenda de Eventos
Ass. Judiciária
Ass. Médica Ambulatorial
Avaliação Institucional
Balanço Social
Biblioteca
Calendários Acadêmicos
Capelania
CAPS - Centro de Apoio Psicossocial
Chegue Mais Perto
CIPA
Clínica de Fisioterapia
Clínica Psicológica
Comitê de Ética
Conheça Pelotas
Documentos PRAC
Doutorado
Editais e Publicações Oficiais
EDR - Escritório de Desenvolvimento Regional
Especialização
Estrutura
Extravestibular
Formas de Ingresso
Graduação
Histórico da UCPel
Hospital Universitário
Incubadora de empresas – CIEMSUL
Instituição Comunitária
Intranet
Itepa
Laboratório de Análises Clínicas
Links de Interesse
Mantenedora
Marca UCPEL
MBA e Especialização
Mestrado
Missão e Visão
Moodle
NAE - Núcleo de Apoio ao Estudante
Notícias
Perguntas Frequentes
Plataformas Lattes
Política de Ensino
Politicas de Extensão
Política de Pesquisa
Proficiência em Língua Estrangeira
Projetos de Extensão
ProUni
Rádio Universidade
Seleção Docente
SINAES
Sinpro
Telefones
Trabalhe na UCPel
UCPEL Virtual
Unidades Básicas de Saúde
Vestibular
Vídeos
Webmail
Administração
Arquitetura e Urbanismo
Atlas de Histologia Médica
Atlas de Histologia Médica II
Cartão Sou UCPel
Centro de Incubação de Empresas da Região Sul (Ciemsul)
Certificados
Ciências Contábeis
CPA - Comissão Própria de Avaliação
Design de Moda
Direito
Enfermagem
Engenharia Civil
Engenharia de Computação
Engenharia Elétrica
Farmácia
Filosofia
Fisioterapia
Gestão Comercial
Gestão de Recursos Humanos
Gestão Financeira
Grupo Interdisciplinar de Trabalho e Estudos Criminais-Penitenciários (Gitep)
Hospital Universitário São Francisco de Paula (HUSFP)
Jornalismo
Jovem Aprendiz
Laboratório de Engenharia Civil
Laboratório de Química Ambiental
Laboratórios de Informática - Centro Politécnico
Letras
Mestrado e Doutorado em Letras
Mestrado e Doutorado em Política Social
Mestrado e Doutorado em Saúde e Comportamento
Mestrado em Engenharia Eletrônica e Computação
Mestrado Profissional em Saúde da Mulher, Criança e Adolescente
Memória Fotográfica
Núcleo de Apoio ao Estudante (NAE)
Pacto Universitário de Direitos Humanos
Pedagogia
Portal do Egresso - Sempre UCPel
Programa de Residência Médica
Psicologia
Publicidade e Propaganda
Rádio Universidade (RU)
Revistas da UCPel
Salão Universitário
Serviço Social
UCPel Mais Saudável
Vestibular

Sapu

Moodle - Segurança Pública
Moodle - Demais cursos
 
 
 
 
 
Cursos

NEWSLETTER

home / notícias / Violência contra a mulher é tema de vídeo de alunas de Comunicação
NOTICIAS

Violência contra a mulher é tema de vídeo de alunas de Comunicação

28.06.2017 | Jornalismo | Publicidade e Propaganda

A violência sofrida diariamente pelas mulheres foi inspiração para a produção de um vídeo que retratou a opressão vivida pelo sexo feminino. O material foi elaborado por alunas do 7° semestre dos cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda da Universidade Católica de Pelotas (UCPel) para a disciplina de Projeto Experimental. O objetivo do trabalho, intitulado “Respeita as Mina”, é expandir a proposta e ampliar a compreensão sobre o tema, criando uma rede de conscientização. 

A ideia teve como mote a conscientização do público masculino sobre os diferentes tipos de assédio sofrido pelas mulheres. Mostrar que determinadas frases não são elogios e que roupas curtas e decotadas não servem como autorização para qualquer tipo de assédio foram os principais tópicos que estimularam as acadêmicas para a realização do trabalho.

Desenvolver a campanha em material audiovisual foi a aposta do grupo para gerar impacto maior, através dos olhares e das frases ditas pelas atrizes. “Divulgar o vídeo nas redes sociais teve a finalidade de expandir a produção para outros públicos e perceber a aceitação, através de curtidas e compartilhamentos”, explica a acadêmica Karolaine Abib. As estudantes também têm intenção de enviar o trabalho para futuros congressos e em atividades extracurriculares. “Queremos mostrar para os homens que somos livres para usar uma minissaia sem nos sentirmos culpadas”, completa Karolaine. 

Na avaliação da docente e orientadora do grupo, Otavia Cé, a agressão ainda é vsita como algo normal na sociedade. Razão pela qual o trabalho se propõe a mudar um discurso padronizado e machista. “As meninas sempre mostraram muito essa veia, essa necessidade de reagir à questão do machismo e da violência”, explica a docente ao destacar que o grupo sempre se voltou à questão de gênero.   

O grupo autor do trabalho é formado, além de Karolaine, por Ana Carolina dos Anjos, Ingrid Stefanie, Julia Chuirki, Karoline Peter e Mayse Martins. 

Redatora: Rafaela Rosa

Confira o vídeo abaixo:


VER TODAS AS NOTÍCIAS